CDS retoma reunião com participação presencial

Passado o período mais crítico de imposições sanitárias para conter o avanço da Covid-19, o CDS (Conselho de Delegados Sindicais) resolveu se reunir pela primeira vez no modo híbrido para debater pautas de interesse da categoria. Ou seja, parte dos participantes estarão de maneira presencial, parte de maneira remota.

Passado o período mais crítico de imposições sanitárias para conter o avanço da Covid-19, o CDS (Conselho de Delegados Sindicais) resolveu se reunir pela primeira vez no modo híbrido para debater pautas de interesse da categoria. Ou seja, parte dos participantes estarão de maneira presencial, parte de maneira remota.


Atendendo a necessidade de um espaço mais amplo para acomodar os participantes com o distanciamento necessário, o cenário escolhido foi a sede do escritório de advocacia Torreão Braz, em Brasília.  


Para o coordenador do CDS, Simplício Alves de Lima, esse é um momento importante de congregação entre os colegas e, acima de tudo, de uniformização de ideias em prol de temas voltados à carreira. “Essa é a primeira reunião híbrida desde que esse CDS foi composto, em dezembro do ano passado. É um momento de nos conhecermos e de reforçarmos a parceria entre todos voltada para um bem maior. Teremos assuntos fundamentais, como o enfrentamento à PEC 32 [Reforma Administrativa], a proposta orçamentária 2021, entre outros”, disse.


Pauta – Na abertura da reunião foi feito um minuto de silêncio em homenagem aos que tiveram suas vidas perdidas em função da pandemia. Um a um, os novos delegados se apresentaram e falaram da expectativa do encontro. 


O presidente do Anffa Sindical, Janus Pablo, reiterou a importância desse encontro de maneira híbrida. “Sei que é um ato de coragem estarmos aqui em razão da pandemia, mas estávamos precisando desse momento, pois é a primeira vez, em oito meses de gestão, que estamos aqui reunidos. É uma semana única, com sentimento de que haverá uma boa reunião”, disse.


O presidente lembrou ainda da necessidade de coesão nas ações da categoria, já que “temos um governo que veio para precarizar o serviço público e retirar nossos direitos”. Ao falar do trabalho conjunto do Sindicato com o Fonacate e ao Fonasefe, uma vez que uma das pautas diz respeito ao Dia Nacional de Mobilização organizado com um dos fóruns, o presidente resumiu parte da pauta da semana. “Para nos prepararmos para esse ambiente vamos contar com participação do analista político e diretor de Documentação do Diap, Antônio Augusto de Queiroz. Contaremos com nosso escritório para tirar dúvidas e a apreciação da peça orçamentária 2021, que teve um atraso em função da pandemia e da eleição do Sindicato”, disse. 


Ao falar da retomada da reunião presencial, o vice-presidente do Sindicato, Ricardo Aurélio, falou da preocupação da entidade em garantir o máximo de proteção aos seus filiados, não apenas em eventos como o CDS, mas em outros atos que estejam incorporados nos planos táticos voltados para as demandas da carreira. 


“Temos responsabilidade com cada um de vocês e vamos discutir aqui possíveis paralisações e propostas de mobilização que possivelmente têm uma agenda até o fim do ano. Mantemos em nossos planos as formas do exercício legítimo de manifestação, mas também precisamos discutir como manter nossa saúde preservada”, acrescentou.

 

Anffa Sindical

ANFFA Sindical é o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários
Setor Comercial Sul, Quadra 2, Bloco C, 4º andar, Ed. Jockey Club - 70.302-912 - Brasília, DF
+55 (61)3224-0364  / +55 (61) 3246-1599
+55 (61) 3968-6573 / + 55 (61) 99202-4764 
+ 55 (61) 99226-6626  / + 55 (61)99932-0149