CDS: Direx apresenta ações durante primeiro dia de reunião

No primeiro dia da reunião do CDS (Conselho de Delegados Sindicais), que ocorre de maneira híbrida, em Brasília, os participantes ouviram os informes da Direx e das diretorias. Na oportunidade, o secretário-geral, Rodrigo Machado, falou sobre a padronização de redação da entidade e a necessidade de seguir as regras contidas. “Temos que ter cuidado com todos os documentos, pois esse manual faz parte da gestão de qualidade do Sindicato”, disse. O secretário encaminhará novamente o documento às DS e se dispôs a dirimir as dúvidas, se houver.

O andamento das ações coletivas e individuais dos filiados foi rapidamente explicado pelo diretor da pasta, Rogério Silva, e pela advogada do Sindicato, Gabriela Leal. Os delegados também poderão sanar todas as dúvidas na terça-feira, pela manhã, com a participação dos representantes do escritório Torreão Braz. 

Dando sequência aos informes, a secretária de Administração, Rogéria Conceição, fez uma apresentação da pasta e falou dos planos de saúde, da tentativa de novos convênios, da necessidade de atualização cadastral, da administração de recursos humanos e da capacitação dos funcionários que ocorrerá ainda este semestre.

As estratégias junto ao parlamento e instituições do agro e do governo foram destacadas pelo diretor do departamento de Relações Institucionais, Felipe Correa. Ele falou sobre a criação do Núcleo Político Estratégico, que funciona como se fosse um conselho com orientações e planejamento da pasta. De março até hoje, foram contatados, segundo ele, 13 deputados, dois senadores, sete entidades, dois membros do Governo e cinco representantes do Ministério da Agricultura, em demandas diversas.  “Essas investidas têm como objetivo engajá-los para o atingimento dos nossos pleitos”.

Finalizando as apresentações das diretorias, o diretor de Comunicação e Relações Públicas, Antônio Andrade, fez um panorama dos principais resultados da diretoria no primeiro semestre deste ano. Ao falar das redes sociais, o diretor apresentou as postagens de maior destaque e os vídeos que geraram maior engajamento no período. Ele também explicou a diferença entre os vídeos com visualização orgânica, sem custo para impulsionamento, e os que receberam uma ajuda financeira para atingir maior número de pessoas na internet. “Para chegar no povo, tem que bancar. É uma área cara, que tem que investir”, disse. O dirigente lembrou que, embora seja importante popularizar a carreira na sociedade, é no público que decide as coisas (parlamentares, agentes públicos etc) que deve ser a maior aproximação.

Ao falar do site, ele detalhou o número de acessos nos últimos seis meses, que foi de 29.136 usuários. “Existe uma certa regularidade com uma queda dentro desse período, que é caracterizado o fim de semana. Desta forma, calculamos que eventos de grande porte, como uma AGNE, não teriam repercussão se fossem anunciados numa sexta, por exemplo. O diretor falou ainda de estratégias para “segurar” o usuário mais tempo na ferramenta, dos assuntos que mais interessam os filiados, e do horário de maior visitação da página. 

A nova configuração da página para atender os usuários que, em sua maioria, acessam pelo celular, também é uma novidade. “Dos que acessam o site, 54% o fazem pelo celular. Então, chegamos à conclusão que precisávamos investir nisso e deixar o site também mais arejado e responsivo. Incluímos uma agenda parlamentar com todas as pautas do parlamento, disponibilizamos a agenda do presidente, entre outras coisas. Ainda não pudemos avaliar, pois o site foi atualizado para o Dia do Affa. Mas faremos em breve uma comparação para continuar aperfeiçoando essa ferramenta”, disse. 
  

Os destaques dados pela imprensa, entre março e julho, também foram mencionados. Segundo o relatório do dirigente, no período de cinco meses, o Anffa Sindical foi procurado por diversos veículos de expressão nacional, como a revista Globo Rural, a TV Globo, a agência de notícias Reuters; o Canal Rural, e os jornais Valor Econômico e Estado de SP. O resultado foi a exposição de 14 Affas na imprensa, em matérias sugeridas pela Assessoria, e que exaltam o trabalho realizado pela categoria. Foram feitas ainda 75 publicações. Destas, cinco foram artigos, dez foram notas em veículos nacionais e regionais, 24 entrevistas concedidas por porta-vozes indicados pelo Sindicato e oito entrevistas a rádios regionais e nacional.


Outras ações de promoção da carreira e de valorização dos filiados foram lembradas, como a divulgação do estudo da FGV (Fundação Getúlio Vargas) sobre o impacto socioeconômico da atuação dos Affas na pandemia, o envio do cartão de aniversário aos filiados, a criação de folhetos informativos sobre a carreira para distribuição no Congresso Nacional, etc.


A reunião do CDS continua na terça-feira, a partir das 8h30.

Anffa Sindical

ANFFA Sindical é o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários
Setor Comercial Sul, Quadra 2, Bloco C, 4º andar, Ed. Jockey Club - 70.302-912 - Brasília, DF
+55 (61)3224-0364  / +55 (61) 3246-1599
+55 (61) 3968-6573 / + 55 (61) 99202-4764 
+ 55 (61) 99226-6626  / + 55 (61)99932-0149