18
Seg, Jan

+ Notícias

Em 2019, ano de turbulência na política e na economia, o CNM (Comando Nacional de Mobilização) teve alguns desafios. Entre deles, a reorganização dos CEM (Comandos Estaduais de Mobilização). “Conseguimos sensibilizando a delegação do Espírito Santo para formalizar o CEM e estamos trabalhando nas delegacias do Mato Grosso do Sul e da Paraíba para fechar a formação dos CEMs em todos os estados”, disse o coordenador do CNM, Welcinton Alves durante um balanço do ano.

Também foi preciso fazer uma revisão das estratégias a serem trabalhadas, frente ao novo momento que o país enfrenta. “Precisamos avaliar a reinvenção do Sindicato na forma de se organizar”, completou. Segundo ele, uma das questões a serem enfrentadas foi a mobilização dos filiados desmotivados diante do cenário nada favorável por conta das reformas implementadas pelo Governo e da possibilidade de retirada de atribuições da carreira, entre outras questões.

Uma forma de integrar mais a categoria foi a realização das reuniões do projeto “Café com Anffa”, que este ano encerrou as atividades com 58 edições e a participação de mais de 1.400 AFFAs. Foram percorridos os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Pará, Amazonas, Pernambuco, Bahia, Tocantins, Rondônia, Piauí, Rio Grande do Norte, Alagoas, Ceará, Sergipe, Paraíba, Roraima e Acre.

O balanço das atividades organizadas pelo grupo, incluindo o trabalho parlamentar no Congresso Nacional, as reuniões nas dependências do Sindicato e junto ao Executivo foi apresentado durante o V Conaffa, que ocorreu em outubro, em Maceió (AL).
Perspectivas - Para 2020, o Comando prevê a intensificação dos trabalhos parlamentares. “Neste quesito, estamos publicando o comunicado CNM 04, conjuntamente com o plano de ação estratégico para atividade parlamentar nos estados em 2020”, ressaltou.

Além do foco em busca de apoio dos parlamentares nas pautas de interesse da categoria, o coordenador do CNM disse que o grupo trabalhará na realização de mais um curso de Assessoria Parlamentar para cerca de 40 AFFAs que tenham interesse em integrar a equipe do Anffa Sindical no trabalho parlamentar.

A agenda do ano que vem traz ainda a realização das três últimas reuniões café com Anffa nos estados do Amapá, Espírito Santo e Maranhão.

 

0
0
0
s2sdefault