05
Dom, Jul

Notícias do Sindicato

O trabalho parlamentar do Anffa Sindical em torno dos temas de interesse da carreira não para, mesmo durante a pandemia.

Após votação do Projeto de Lei Complementar, PLP 39/2020, ocorrida dia 5 de maio, na Câmara dos Deputados, que culminou com a rejeição de importantes destaques, como o de n° 19 à emenda n° 44, que excluía os servidores da Defesa Agropecuária do congelamento salarial por 18 meses, durante o período de pandemia, o Sindicato contatou cada um dos deputados para tratar da questão.

Aos que se posicionaram a favor das demandas da categoria e dos servidores públicos como um todo, a Direx, junto ao Comando Nacional de Mobilização (CNM), ao Conselho de Delegados Sindicais (CDS) e à União Nacional dos Fiscais Agropecuários (Unafa), enviou ofícios (veja aqui) em agradecimento pela votação favorável ao referido destaque à emenda n° 44 ao PLP 39/2020 (transformado na Lei Complementar 173/2020) e reiterou a responsabilidade daqueles que compõem a carreira de Auditor Fiscal Federal Agropecuário junto à qualidade e à sanidade dos alimentos que chegam à mesa da população brasileira.

Apesar de toda a gratidão aos deputados parceiros, porém, é com os parlamentares ainda não afeitos às causas da categoria que o Sindicato concentra mais esforços no esclarecimento de informações e na busca de valorização desses profissionais.

A eles também foi enviado um ofício (veja aqui), logo após a rejeição do destaque 19, argumentando o descompasso nas ações cometidas, uma vez que, exatamente no período da pandemia, os servidores da Defesa Agropecuária, nos âmbitos federal, estadual e municipal, foram considerados essenciais, por meio do Decreto nº 10.282, de 20 de março de 2020, para manter as atividades responsáveis pela qualidade e sanidade dos alimentos que chegam à mesa da população brasileira.

“Apesar de todos os riscos da Covid-19 continuam, em sua maioria, presencialmente nos seus postos de trabalho garantindo a sanidade e a qualidade nas cadeias produtivas do setor agropecuário para manter a sua competitividade nos mercados nacional e internacional e contribuir para a manutenção da saúde pública e do desenvolvimento econômico e social”, destaca um dos trechos do ofício.

Para o diretor de Relações Institucionais do Anffa Sindical, Alfredo Dantas, embora não fosse possível fazer um trabalho presencial no Congresso Nacional, por conta da pandemia, a iniciativa serviu para manter a proximidade com os parlamentares e “sinalizar quem são os Auditores Fiscais Federais Agropecuários e quais são suas atribuições para que, numa próxima demanda, eles já soubessem mais sobre a categoria”.

Além disso, o diretor cita a importância do trabalho realizado em conjunto com os colegas da Defesa Agropecuária nos estados, notadamente os filiados à Unafa Federação (Federação Nacional dos Servidores da Defesa Agropecuária) pois “contribuiu para o estreitamento dos laços com esses colegas, uma vez que há várias pautas em comum e um histórico de aliança mútua”.

 

0
0
0
s2sdefault