CEM, Direx e CDS traçam estratégias para PEC 32, PL 1293 e reestruturação da carreira

A abertura contou com a presença do presidente do Anffa Sindical, Janus Pablo, do vice, Ricardo Nascimento, do coordenador do CNM (Comando Nacional de Mobilização), Serguei Brener, do coordenador CDS (Conselho de Delegados Sindicais), Simplício Alves de Lima, e vários diretores do Sindicato.

Começou nesta quarta-feira, em Brasília, a reunião do CEM (Comando Estadual de Mobilização) com a participação de representantes de várias regiões do país. A abertura contou com a presença do presidente do Anffa Sindical, Janus Pablo, do vice, Ricardo Nascimento, do coordenador do CNM (Comando Nacional de Mobilização), Serguei Brener, do coordenador CDS (Conselho de Delegados Sindicais), Simplício Alves de Lima, e vários diretores do Sindicato. 

Na oportunidade, o presidente do Sindicato listou os três temas que carecem de uma atenção especial  da categoria, que são a PEC 32/20 (Reforma Administrativa), o PL 1293 (autocontrole) e a reestruturação da carreira. 

Sobre o primeiro assunto, Pablo fez um panorama da tramitação da PEC, que já foi aprovada na Comissão Especial e está na sétima versão. O dirigente ressaltou a necessidade de engajamento das entidades, uma vez que há a perspectiva de que a matéria seja votada em Plenário dentro de duas semanas. “Infelizmente, o Governo trabalhou pelo pior texto possível, inclusive, no que diz respeito às carreiras exclusivas de Estado”, disse. 

Entre as ações em prol do fortalecimento do serviço público, Janus Pablo citou uma série de atos que serão promovidos pelo Fonacate (Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas do Estado) e pela Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil) e que incluem a participação de Affas em Brasília e nos estados (veja mais aqui).

PL 1293 - O substitutivo que trata do autocontrole também foi outro tema levantado pelo presidente do Anffa Sindical. Ele esclareceu que a matéria saiu, semana passada, da CAPADR (Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural), da Câmara dos Deputados, e seguiu para a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle. Dos 26 pontos defendidos pelo Anffa Sindical, apenas um, o da criação do Vigifronteiras, foi acatado pelo relator. “Precisamos discutir o tema aqui, ver formas de  buscar melhorar o texto, pois está bem crítico”, defendeu Pablo. Segundo ele, o Sindicato já está em contato com diversos parlamentares afeitos à causa na busca de uma solução.

Reestruturação – A confirmação do afastamento da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, por conta da Covid-19, que surpreendeu os dirigentes sindicais e retardou a realização da audiência que o Sindicato teria com ela, nesta segunda, também foi atualizada pelo sindicalista.  “Estamos tentando encaminhar essa agenda com a ministra e também seguimos em contato com parlamentares que nos apoiam nesse pleito, que é o da reestruturação. Não podemos esquecer que em meio à pandemia não houve descontinuidade no nosso serviço. Pelo contrário, vários colegas passaram a trabalhar mais. Só isso nos dá muita força para negociar”, lembrou.

Janus Pablo explicou ainda que a reivindicação por resestrutura da carreira não é exclusividade dos Affas, apesar do cenário econômico desfavorável.

Expectativas -  A delegada sindical do Paraná, Márcia Cristina Santos, é uma das participantes da reunião.  Ela, que veio representando o CEM no estado, disse que é importante a mobilização nesse momento, considerado conturbado no país. “Considero muito valioso o encontro presencial, pois tem um impacto diferente das reuniões on line. Como estamos num momento turbulento em relação ao Governo e temos assuntos importantes para a carreira, reunir pessoas experientes para propor, debater e se expressar é fundamental”, disse.

O representante do CEM no Rio Grande do Sul, Daniel Santos Paim, também compartilha com a opinião da colega. “A expectativa é discutir esse três pontos apresentados, especialmente a PEC 32, que é bastante prejudicial. Precisamos alinhar os passos que o Sindicato dará a partir de agora e definir como reforçar os apoios junto aos parlamentares e demais parceiros”, disse.  

A reunião se encerra na manhã desta sexta

 

Anffa Sindical

ANFFA Sindical é o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários
Setor Comercial Sul, Quadra 2, Bloco C, 4º andar, Ed. Jockey Club - 70.302-912 - Brasília, DF
+55 (61) 3246 1599 +55 (61) 3037 1401