Relator da LDO 2019, senador Dalírio Beber conversará com ministro do Planejamento sobre pleitos da categoria

Senador disse que se empenhará junto ao ministro do MPDG e conversará também com o ministro da Agricultura sobre nivelamento salarial e concurso público

Conforme prometido durante reunião ocorrida na quinta-feira (14/6), com os dirigentes da DS (Delegacia Sindical) de Santa Catarina e da Direx (veja mais aqui), o relator da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2019, senador Dalírio Beber (PSDB-SC), recebeu, nesta segunda (18), em seu gabinete, em Brasília, o presidente do Anffa Sindical, Maurício Lessa, seu vice, Marcos Lessa, e demais dirigentes e lideranças sindicais.

Assim, como nas reuniões anteriores com o parlamentar, os AFFAs (Auditores Fiscais Federais Agropecuários) trataram do nivelamento salarial da categoria com às demais carreiras de auditoria. Conforme acertado na semana passada, foi entregue a ele um estudo sobre o impacto orçamentário dessa correção remuneratória, e também uma cópia do aviso ministerial, de ordem do ministro Blairo Maggi, atestando a importância das atribuições da carreira para o agronegócio e esclarecendo sobre a consequente justiça que será feita com a isonomia remuneratória do cargo.

“Nosso trabalho é praticamente nos mesmos locais em que outras carreiras de Estado também atuam, como, por exemplo, a Receita Federal. Lá, a fiscalização muitas vezes é mais burocrática e resumida a análise de papeis e documentos. Nós, AFFAs, lidamos com uma fiscalização mais complexa, que lida com a vida de pessoas e animais. Está nas nossas mãos cuidar da soberania alimentar, do combate à pragas e doenças, entre tantas atribuições. Sem demérito a outras carreiras, mas o que vimos recebendo em comparação a elas é muito menor do que nossa responsabilidade exige”, pontuou Lessa.

O diretor de Comunicação e Relações Públicas do Anffa Sindical, Roberto Siqueira Filho, lembrou que a demanda, que é uma das principais da pauta de negociação com o Governo, já vem de longa data sendo, portanto, passível de ser incluída na LDO do ano que vem. “Vimos negociando com o Planejamento essa reestruturação sem que tenha havido necessidade de greve ou manifestações maiores e o amadurecimento dessas discussões culmina nessa proposta, já que, segundo o próprio MPDG [Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão], esse reajuste já estaria dentro da ideia de diminuição das diferenças salariais de algumas carreiras”, disse.

Ele continuou ao esclarecer o senador Dalírio Beber que os avisos ministeriais de Maggi vêm, inclusive, depois do entendimento de que havia consonância com àquela pasta.

Já o diretor de Relações Institucionais do Sindicato, Alfredo Dantas, expôs a desmotivação de colegas, principalmente os que atuam em áreas inóspitas, com a defasagem salarial. “Muitos dos colegas fazem o seu trabalho por amor à causa, tamanha é a dificuldade com a falta de estrutura e de pessoal. Há um certo sacrifício para se manter o pessoal satisfeito, uma vez que a categoria não tem sua devida valorização”, frisou.

Concurso público - A preocupação do grupo com o déficit de pessoal também norteou a reunião com o senador. Segundo os dirigentes sindicais, o quantitativo de colegas é o mesmo de 2002, enquanto que as atividades direta e indiretamente ligadas ao agronegócio, e que dependem do AFFA, aumentaram sem precedentes no mesmo período. “Só em condições de se aposentar neste momento são entre 1.000 e 1.200 colegas. Num contingente de dois mil e quinhentos ativos, faz uma enorme diferença”, lamentou.

Na oportunidade, os AFFAs solicitaram empenho na edição de novo concurso público, já indicado no aviso ministerial do Mapa, e a nomeação adicional de 150 médicos veterinários, aprovados no certame vigente.

Após ouvir atentamente o grupo, Dalírio Beber disse que reconhece as demandas, que as acha justas, e, embora a decisão final sobre o que incluí-las ou não no orçamento venha do Executivo, fará o possível para reforçar esses pleitos junto ao Planejamento. “Amanhã mesmo estarei com o ministro Esteves Colnago e falarei dos pleitos de vocês. Também farei o mesmo com o ministro Blairo Maggi para que continue atuando junto a outras frentes”, prometeu.

O relator da LDO também elogiou o trabalho que vem sendo desempenhado pela categoria em torno desses assuntos. “Vocês estão certos em envolver todos os atores nessa discussão, afinal, é preciso fazer as demandas encontrarem eco”, disse.

Além de Maurício Porto, Marcos Lessa, Alfredo Dantas e Roberto Siqueira Filho, participaram também o delegado sindical de Santa Catarina, Rodrigo Machado, o coordenador do Conselho de Delegados Sindicais, Janus Pablo, o secretário-geral do Anffa Sindical, Serafim Castro, o diretor de Aposentados e Pensionistas, José Luiz castilhos, e o diretor do departamento de Relações Institucionais, Rômulo Spinelli.  

Anffa Sindical

ANFFA Sindical é o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários
Setor Comercial Sul, Quadra 2, Bloco C, 4º andar, Ed. Jockey Club - 70.302-912 - Brasília, DF
+55 (61) 3246 1599 +55 (61) 3037 1401