20
Qua, Nov

Delegacias Sindicais

Os Auditores Fiscais Federais Agropecuários aposentados e pensionistas que estiveram no II Encontro dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários Aposentados e Pensionistas de Mato Grosso, ocorrido dia 30/10, puderam fazer exames de pressão arterial e teste de glicemia sanguínea gratuitamente na última quarta-feira (30/10), das 8h às 12h, no hall de entrada da sala de reuniões Maguari (Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá).

A aferição da pressão arterial é um procedimento simples e eficaz para detectar a hipertensão, mal que se manifesta em 25% dos brasileiros. A pressão alta é responsável por 40% dos infartos, 80% dos derrames e 25% dos casos de insuficiência renal terminal. Doenças que podem ser evitadas desde que os hipertensos conheçam sua condição, mantenham-se em tratamento e com a pressão controlada.

O teste de glicemia é feito através de uma gota de sangue retirada da ponta dos dedos das mãos, que determina com precisão o nível de glicose. O procedimento é importante para identificar a diabetes - doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou não consegue utilizar adequadamente a insulina que produz. Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, a doença afeta mais de 13 milhões de brasileiros.

A ação de saúde foi resultado da parceria entre a Delegacia Sindical em Mato Grosso, Geap-Auto Gestão em Saúde e o Laboratório Santa Rosa e teve o objetivo de conscientizar os aposentados e pensionistas sobre a importância da prevenção da hipertensão e do diabetes, além de esclarecer dúvidas sobre essas enfermidades.

De acordo com secretária de Administração da Delegacia Sindical em Mato Grosso, AFFA Ângela Jardim Duarte Viera, "foi interessante a realização dos exames, normalmente faço esses procedimentos durante consultas de rotina, ambos muito importantes como indicadores de saúde aos colegas da terceira idade."

Para quem está perto ou já chegou aos 60 anos, alguns exames tornam-se ainda mais importantes para conferir o estado geral do organismo e detectar precocemente doenças que ainda não se manifestaram. E, em muitos casos, quanto mais cedo forem diagnosticadas, maiores as chances de cura ou controle.

Fonte: DS/MT 

 

0
0
0
s2sdefault