27
Qui, Jun

AFFA na mídia

Crescimento se deve às novas tendências de consumo, como a bebida artesanal

Em 39 dias, o número de cervejarias registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) passou de 320 para 397. Os dados compreendem o período de 8 de abril até esta terça-feira (17). Esse crescimento se deve à abertura do mercado para novas tendências, principalmente as cervejas artesanais.

Atualmente são 5.254 produtos de cervejarias registrados no Mapa, distribuídos em cerca de 80 tipos diferentes de cerveja.

"Entre as artesanais, observamos uma grande variedade de produtos com certa concentração em cervejas de trigo e outras do tipo Ale", diz o fiscal agropecuário e mestre cervejeiro Carlos Müller. "Também existe uma nova tendência no mercado, que são as cervejas ácidas. Elas são mais azedas e, por isso, têm despertado o interesse do consumidor."

O Mapa concede o registro aos produtores, padronizadores, envasadores, importadores, exportadores e atacadistas. Além disso, o ministério é responsável pelo controle da qualidade das cervejas importadas e das produzidas em solo nacional.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (CervBrasil), somente em 2014 a produção de cervejas chegou a 1,4 bilhões de litros, e o setor empregou 2,2 milhões de pessoas.

Fonte: Mapa

0
0
0
s2sdefault