18
Qua, Set

Notícias do Sindicato

Ocorreu, na manhã desta quinta-feira (09/02), o Ato Público em Defesa da Previdência Social, promovido pelo Movimento A Previdência é Nossa – Pelo Direito de se Aposentar!, no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, que contou com a participação de diversas centrais sindicais, jornalistas e população. O Anffa Sindical esteve presente, representado pelo presidente Maurício Porto e o vice, Marcos Lessa.


João Domingos (Presidente da CSPB), Nilton Paixão (Presidente da Pública), Maurício Porto (Presidente do Anffa Sindical) e Francisco Saraiva (Presidente da Unafa)

O presidente da Pública – Central do Servidor, Nilton Paixão, iniciou os debates saudando as mulheres presentes na audiência. “Começo saudando vocês, que são as mais afetadas pelo Governo com essa Reforma da Previdência”, afirmou Paixão. Em seguida, o presidente da Pública passou a palavra ao deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB/SP).

“Os direitos do trabalhador devem ser definidos de maneira clara e objetiva para todos os cidadãos brasileiros. Nenhum direito a menos. Essa é a luta que vamos fazer. Não podemos permitir que esse processo ocorra da forma como está colocado”, enfatizou o deputado.

Além de Arnaldo Faria de Sá, os deputados Edmilson Rodrigues (PSOL/PA), Adelmo Carneiro Leao (PT/MG), Givaldo Vieira (PT/ES), Margarida Salomão (PT/MG), Weliton Prado (PMDB/MG) , Jandira Feghali (PCdoB/RJ) e Paulo Paim (PT/RS) também estiveram presentes no evento.

Dando sequência às discussões, Thais Riedel, presidente da Comissão de Seguridade Social da Seccional e membro consultora da Comissão Especial de Direito Previdenciário do Conselho Federal da OAB, realizou uma apresentação didática sobre o tema da Previdência Social.

“O sistema de Seguridade Social foi construído com base nos países europeus que passaram por guerra para proteger a população dos riscos sociais. A nossa constituição, além de assegurar essa proteção ao brasileiro, traz várias fontes de financiamento, o que minimiza os riscos”, explicou.

Em seguida, um representante da OAB fez uma breve apresentação do projeto de contra proposta que deve ser apresentado, em breve, e que foi assinado por 180 entidades, incluindo o Anffa Sindical e que prevê, entre outras demandas da sociedade, a inclusão de itens como a vedação de retrocesso de direitos sociais.

Por fim, o presidente do FONACATE e vice-presidente da Pública – Central do Servidor Rudinei Marques, leu a carta oficinal do Movimento "A Previdência é Nossa", que pode ser conferida, na íntegra, aqui.
 

 
0
0
0
s2sdefault