17
Ter, Set

Notícias do Sindicato

Informações recolhidas serão usadas em pesquisa quantificar participação dos Fiscais Federais Agropecuários no PIB do Agronegócio
 

O secretário de planejamento estratégico do Anffa Sindical, João Caldas, enviou, a todos os filiados, hoje pela manhã, solicitação de dados e informações que devem ser listados até o dia 01/07, e serão usados como base para futura análise sobre a participação dos Fiscais Federais Agropecuários no PIB do Agronegócio brasileiro. O objetivo do estudo, a ser executado por entidade de pesquisa ainda não definida, é mensurar e quantificar o grau de atuação da Categoria neste setor que representa, hoje, uma média de 22% a 23% de todo o PIB nacional.

 

De acordo com João Caldas, o interesse nesse quantitativo, é a sua importância para futuras negociações entre a Categoria e o Governo. “Além disso, queremos mostrar a atuação e importância dos FFA para a sociedade como um todo”, afirma Caldas.

Para o presidente do Sindicato, Maurício Porto, o estudo é de suma importância, pois reforçará a importância dos FFAs para a economia do País. “Toda a cadeia do Agronegócio, com elaboração de produtos de origem animal e vegetal, passa por um FFA, autoridade sanitária do Governo. Esses produtos ganham a mesa dos brasileiros e estrangeiros com o nosso aval. É o FFA que avalia e garante segurança alimentar em seu triplo aspecto: saúde pública, qualidade dos alimentos e combate à fraude econômica", ressalta o presidente.

Segundo João Caldas, para fazer um levantamento orçamentário com entidades de pesquisa, o Sindicato precisará de dados específicos relacionados às atividades executadas pelos Fiscais Federais Agropecuários em diversos setores como o de saúde animal e sanidade vegetal, fiscalização de insumos pecuários e agrícolas, preparação dos solos, análises laboratoriais, inspeção em frigoríficos e matadouros de aves, bovinos e suínos, na área de fomentos, de pesquisas aplicadas, entre diversas outras que contam com a ação desses profissionais. “É preciso descrever essas atividades detalhadamente”, enfatiza o secretário de planejamento.

O secretário João Caldas reforça que “é imprescindível a participação de todos os filiados, para o sucesso da pesquisa”. Caso algum filiado não tenha recebido o e-mail com solicitação de dados, recentemente, vale conferir a caixa de “Spam” (Lixo eletrônico). 

 

0
0
0
s2sdefault