15
Sáb, Dez

Mobilização

Ao longo do dia de ontem (11/06) e hoje (12/06), o Comando Nacional de Mobilização (CNM) esteve reunido na sede do Anffa Sindical, em Brasília, para tratar de assuntos estratégicos de mobilização da categoria.

Ao final desta manhã, o Comando decidiu que, considerando que não houve manifestações do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG), referente aos pleitos de nivelamento salarial com as demais carreiras de auditoria, conforme o aviso ministerial 41/2018-MAPA, a realização de um novo concurso público para AFFAs das áreas de agronomia, zootecnia, química e farmácia, além da convocação de 50% dos aprovados no último certame de AFFA MV, e ao pleito de adicional de fronteiras, onde o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) juntamente com o MPDG não demonstrou interesse quanto à correção da portaria 457/2017, que define as localidades de difícil provimento, tomar uma posição estratégica.

Mediante a estes fatos, o CNM convoca os Auditores Fiscais Federais Agropecuários a participarem do dia nacional de valorização da carreira de Auditoria Fiscal Federal Agropecuária, no dia 29 de junho, sexta-feira, em função da proximidade do aniversário de 18 anos da carreira, a ser comemorado no dia 30/06.

De acordo com o coordenador do CNM, Welciton Alves, é recomendada a execução das diretrizes constantes na cartilha MAPA LEGAL, que tem por objetivo oferecer informações que aportem segurança jurídica aos AFFAs em suas tarefas cotidianas. “Este movimento tem a intenção de sensibilizar o Governo para que atenda aos nossos pleitos elencados. Queremos que intensifiquem o uso da cartilha e iremos nos reunir com o Conselho de Delegados, semana que vem, para que sejam feitos os acertos finais”, explicou.

Durante este dia comemorativo, o Comando orienta que seja dedicado à realização de atividades sindicais, como reuniões, debates, e palestras sobre a atual situação da carreira. Nos dias 05 e 06 de junho, já está programada uma reunião para que sejam discutidas as estratégias para dar continuidade à mobilização.

Acesse aqui o comunicado

 

0
0
0
s2sdefault