Estação Quarentenária de Cananéia (SP) inaugura dois novos galpões

A estação, que é a única oficial no país, passou a ter dois novos galpões para receber suínos. Ela recebe animais vindos de outros países, desde 2014, onde ficam por um período mínimo de 30 dias, para manter o controle sanitário

 estação, que é a única oficial no país, passou a ter dois novos galpões para receber suínos. Ela recebe animais vindos de outros países, desde 2014, onde ficam por um período mínimo de 30 dias, para manter o controle sanitário.

Todos os suínos que ingressam no país precisam passar pelo local. O período de permanência é importante para a equipe técnica fazer o monitoramento, e ver se existe a possibilidade de alguma doença ou vírus que possa estar em algum animal recebido do exterior. Só a partir disso o animal é liberado para o território nacional.

Os animais chegam no aeroporto de Viracopos e, de Campinas, seguem em caminhões até Cananéia.

Com a ampliação da estação e construção desses dois novos galpões, a unidade poderá receber até 24 lotes de suínos por ano. Antes, a capacidade era de 11 lotes por ano. O número de animais que vão poder ficar em quarentena também aumentará de 1.000 para 1.800. Com a inauguração, os galpões já ficam prontos para receberem novas remessas de suínos em quarentena já esse mês.

A obra de ampliação da unidade de recepção de reprodutores suínos foi feita pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), com apoio da Associação Brasileira de Empresas de Genética de Suínos (ABEGS) e da Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS). O investimento total da parceria chega a R$ 15 milhões.

A missão da Estação Quarentenária de Cananéia (EQC) é a proteção e preservação do patrimônio pecuário brasileiro através da realização quarentenas e pesquisa em animais sob ambiente oficialmente controlado, com foco nas medidas de biossegurança necessárias nos processos, além executar e dar suporte as atividades de capacitação e treinamento em áreas de interesse da Defesa Sanitária Animal, em consonância com as diretrizes e normas emanadas dos órgãos competentes do Mapa.
                                
A EQC é vinculada ao Departamento de Saúde Animal (DSA), da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Cabe a essa secretaria a prevenção e o combate de doenças de animais que possam ameaçar a preservação do patrimônio pecuário nacional. As técnicas e procedimentos utilizados durante as quarentenas estão sob constante desenvolvimento e melhoria, de acordo com o avanço do conhecimento técnico e científico da área e com as recomendações da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). As diretrizes das ações da EQC são elaboradas pelo DSA, órgão ao qual a Estação é tecnicamente subordinada.

A Estação, recebe também aves para importação, que ficam em quarentena por 21 dias, com quatro lotes, alojados simultaneamente. 

Trabalham na EQC os Auditores Fiscais Federais Agropecuários: Hellen Martins da Quinta Simões, Irineu Cotrin Júnior, Mateus Carvalho Silva Araújo e Newton Tércio Netto.

Anffa Sindical

ANFFA Sindical é o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários
Setor Comercial Sul, Quadra 2, Bloco C, 4º andar, Ed. Jockey Club - 70.302-912 - Brasília, DF
 + 55 (61) 99202-4764  / + 55 (61) 99226-6626  / + 55 (61)99932-0149