Paraná suspende a vacinação contra a febre aftosa

Mérito é resultado também do trabalho dos AFFAs, que participam de várias ações que garantem o reconhecimento do país como livre da doença

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, e o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior, assinarão, dia 15 de outubro, a IN (instrução Normativa) que autoriza a retirada de vacinação contra a febre aftosa no estado. A solenidade ocorrerá no Palácio Iguaçu (Salão de Atos). (veja aqui)

Para a chefe do SISA-PR, Auditora Fiscal Federal Agropecuária Juliana Azevedo Castro Bianchini, a medida representa o marco legal do início do processo de transição para o reconhecimento do estado como área livre de febre aftosa sem vacinação. O status, ainda a ser reconhecido pela OIE (Organização Mundial de Saúde Animal) possibilitará, por exemplo, que o estado amplie a venda carnes para mercados internacionais que têm restrições ao rebanho vacinado.

Atuante no Programa de Erradicação da Febre Aftosa no Paraná desde 2009, Juliana Bianchini lembra da importância do AFFA no processo que desencadeou na suspensão da vacinação no estado.

“Participamos da gestão e articulação da execução do Plano Estratégico do PNEFA em nível estadual; verificamos a execução das ações do plano pelo Serviço Veterinário Estadual por meio de auditorias e acompanhamento dos planos de ação do Programa Quali-SV do Mapa, e contribuímos com os estudos de zonificação e identificação de vulnerabilidades da nova zona, entre outros”, detalha.

 

Anffa Sindical

ANFFA Sindical é o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários
Setor Comercial Sul, Quadra 2, Bloco C, 4º andar, Ed. Jockey Club - 70.302-912 - Brasília, DF
+55 (61) 3246 1599 +55 (61) 3037 1401