01
Seg, Mar

+ Notícias

A promoção do bem comum e da dignidade da pessoa humana é um dos artigos previstos no estatuto do Anffa Sindical. Unindo o senso de responsabilidade social ao consequente bem-estar e cuidado com o bem público, a Delegacia Sindical de Minas Gerais adota, há mais de dez anos, uma praça em Belo Horizonte.

A iniciativa faz parte de uma cooperação com o programa “Adote o Verde” da prefeitura da capital mineira, que tem como finalidade estabelecer parcerias entre o poder público e a sociedade para os fins de implantação, reforma ou manutenção de áreas verdes públicas (praças, parques, canteiros, jardins e outras áreas passíveis de ajardinamento).

Hoje aposentada, a AFFA Regina Carvalho colocou a mão na massa e viu a ideia sair do papel. “A ideia nasceu porque sempre achei que a população, em geral, principalmente a classe média no Brasil, não se organiza em prol de todos”, disse.

Segundo ela, antes dos cuidados da DS, o jardim passava por problemas. As pessoas jogavam lixo em volta e faltava manutenção. “Fiz a proposição à diretoria. Na época, meu chefe direto era o José Mascarenhas e fazia parte do Sindicato. Eles aprovaram e eu ajudei organizar na formação do primeiro jardim. Por algum tempo, ajudava a cuidar também e buscava jardineiro para fazer manutenção”, contou. Os anos foram passando, as diretorias também, mas a iniciativa perdurou.


Proatividade – A noção de pertencimento e de proatividade é uma constante na vida de Regina Carvalho. Além de contribuir para que a DS mineira adotasse a praça, outras iniciativas em prol da coletividade também fazem parte das experiências da colega.

“Eu também batalhei junto à prefeitura de BH para colocação das duas faixas de pedestres inexistentes na Av. Raja Gabaglia, para nossa segurança no trânsito. Protocolei ainda uma denúncia contra a rede pluvial da Superintendência do Mapa-BH, muita antiga e mal feita, onde havia mais de quatro canalizações que não eram subterrâneas e despejavam água de chuva nos transeuntes”, lembrou. 

O vice-presidente do Anffa Sindical, Ricardo Aurélio, lembra que, ao fazer a ação da preservação do jardim, em uma área pública, a DS dá a sua contribuição para melhorar a qualidade de vida de todos.

“A ótima ação de preservação ambiental da DS/MG está em conformidade com o Estatuto, artigo 3º, item IV, e com a Política de Responsabilidade Social do Sindicato. Com base em sua missão e nos seus valores, essa política do Anffa Sindical tem objetivo de refletir sobre as práticas, a produção dos serviços e o relacionamento com seu público de interesse – interno e externo, envolvendo funcionários, filiados, Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, consumidores e sociedade”, esclareceu o dirigente.

 

0
0
0
s2sdefault