18
Seg, Jan

Notícias do Sindicato

Considerada uma atividade essencial nas organizações, a área da Comunicação faz jus às suas atribuições ao utilizar de suas ferramentas para atingir seu público com o máximo de excelência e foco no aperfeiçoamento da imagem da instituição, além de maior visibilidade e alcance de resultados ainda melhores.

Sob essa perspectiva, é nítida a notável a transformação da Diretoria de Comunicação e Relações Públicas ao longo dos anos, mais especificamente nas duas últimas gestões.

Do ponto de vista estrutural, físico e humano, a pasta acumulou expertise e se utilizou de criatividade e integração com os estados para chegar o mais próximo possível do seu público alvo: o filiado. Claro, sem deixar também de ampliar o conhecimento da sociedade sobre a importância do trabalho do AFFA para o país e para a economia do país.

Tecnologias - À frente da organização do setor nos dois mandatos do presidente Maurício Porto, que encerra a gestão este ano, os diretores Roberto Siqueira Filho e Danilo Kamimura inovaram no quesito tecnologia. Da tela do computador ou do celular, os filiados e o público externo puderam acompanhar o novo layout do site da entidade, mais objetivo e responsivo. Além de alcançar o maior número possível de filiados, sejam eles ativos, aposentados ou pensionistas, a novidade permitiu disponibilizar recursos para que os próprios Auditores sejam parceiros do Anffa Sindical na divulgação da categoria junto ao público em geral.

Na mesma linha, a DCom lançou o aplicativo do Sindicato. A ferramenta permite, por exemplo, que o usuário acesse, em um único espaço, os diversos canais de comunicação da entidade como Facebook, Twitter, Youtube, Website, além de disponibilizar acesso rápido à agenda de eventos e espaços para assuntos jurídicos e para aposentados e pensionistas.

Outro recurso, hoje bastante utilizado, foi desenvolvido pelos atuais diretores. É o sistema de envio de SMS, que são mensagens instantâneas sobre assuntos de interesse dos colegas.

O Inffo Sindical, outra ferramenta necessária para os filiados, passou por reformulação e ganhou uma cara nova. Além de visual mais clean, as edições passaram a ser enviadas pelos Correios apenas para aposentados e pensionistas. Aqueles que desejassem continuar recebendo a edição impressa tiveram que alterar a opção na área de atualização cadastral do site. A novidade foi ao encontro da proposta de sustentabilidade do Sindicato e visou otimizar também os recursos financeiros da entidade, de maneira que pudessem ser melhor aplicados em novos projetos em prol da carreira.

Votação eletrônica - O sucesso na votação eleitoral deste ano por meio eletrônico também tem o esforço desta gestão. Apesar de não estar ligada diretamente à condução dessa ferramenta neste pleito, já em 2017, a DCom discutia, junto ao Conselho de Delegados Sindicais, possíveis métodos de votação para assembleias e eleições sindicais neste formato. Naquela oportunidade, outra ferramenta, a realização de vídeoconferências, era estudada pela Diretoria, com testes feitos junto a DS interessadas. O protagonismo foi tão fundamental que, não apenas tornou ágil e prática a organização de assembleias, e outras instâncias, como preparou antecipadamente o Sindicato para o momento que vivenciamos hoje, com a adoção quase que exclusiva de ferramentas digitais para superar o distanciamento social imposto pela crise sanitária em curso.

“A DCom apoiou a criação de assembleia eletrônica, onde o filiado que esteja distante possa expressar sua opinião, votando nas assembleias, e criou a dinâmica de realização de transmissão ao vivo de pautas das assembleias. Com a pandemia, realizamos também muitas lives juntamente com a diretoria de Política Profissional e as assembleias. A acessibilidade foi um grande avanço nessa gestão”, completou o diretor do Departamento, Danilo Kamimura.

Interação com os filiados - Entre as campanhas memoráveis, como não lembrar da que promoveu interação entre os filiados ao escolher o nome do cão mascote do Vigiagro? O concurso cultural idealizado em 2018 pela Diretoria foi um sucesso e elegeu o nome Sherlocão entre os mais votados. A iniciativa surgiu como forma de homenagear os cães que atuam na companhia de AFFAs, desde 2016, em atividades de fiscalização de bagagens na busca de produtos de origem animal e vegetal proibidos de entrarem no país. Com o nome definido, foram criadas peças publicitárias incluindo o cão em atividades com os personagens lúdicos que representam os AFFAs nas publicações do Sindicato, que são Pedrão e Martinha. O AFFA vencedor foi premiado com um notebook.

No mesmo ano, os AFFAs passaram a receber notícias através do “Radar Anffa Sindical”, um informativo semanal de eficiente distribuição de informações por meio de uma lista de transmissão via Whatsapp.

Política defendida constantemente pelo Sindicato, a atualização cadastral também sofreu modificações a partir da DCom ao longo desses anos. Considerando que é a partir dela que os colegas podem participar plenamente de diversas atividades sindicais e ainda se informar de todos os acontecimentos de interesse, a pasta garantiu a oportunidade de os próprios filiados atualizarem seus dados no site. “Apoiamos a Secretaria de Administração ao criar essa ferramenta on line, de maneira a agilizar o processo de atualização cadastral, além das campanhas realizadas para que os filiados mantivessem seus dados atualizados”, explicou Danilo.

Outra iniciativa que integrou os colegas diz respeito à criação de um banco de imagens, com a função de ser um espaço colaborativo por meio de fotos de AFFAs em ação. Além de enriquecer o acervo visual do Sindicato, a ideia contribuiu como campanha para motivar os filiados a mostrarem o seu trabalho para a sociedade.

Valorização – A importância do trabalho do AFFA para a sociedade foi o lema de uma grande campanha de marketing pela valorização da carreira realizada entre 2016 e 2017. As peças publicitárias alcançaram perfis diferentes com mensagens específicas para o público interno, no caso os filiados, e o público externo (setor produtivo, área técnica e científica, empresariado, poderes públicos e população em geral).

Para garantir maior êxito na mensagem principal da campanha foi elaborado um plano de inserções relacionadas ao tema em veículos de comunicação (rádio, tevê e internet) e nas principais mídias sociais. A proposta incluiu ainda o patrocínio de páginas especializadas e de programas jornalísticos relacionados ao agronegócio, entre outras ações.

Além desta campanha, que atingiu grandes proporções, a DCom manteve seu planejamento de marketing junto à empresa Livre Iniciativa, munindo os canais oficiais de comunicação do Sindicato de mensagens de incentivo à carreira.

Integração – Uma das metas conquistadas foi ainda a execução de um trabalho integrado com ainda mais eficiência entre as equipes do jornalismo interno, do marketing e da assessoria de imprensa, de modo que elas trabalhassem em parceria.

A união de esforços na busca de uma comunicação mais unida e perspicaz também alcançou os estados. Em 2016 e 2019, a DCom reuniu diretores de comunicação das Delegacias Sindicais para, pela primeira vez, trocar ideias e permitir que eles se inteirassem acerca das estratégias traçadas para essa área que envolvem, entre outros, o orçamento da pasta incluindo os gastos fixos com todas as atividades da área, como impressão e distribuição de periódicos, os custos na área de marketing, que inclui a produção de peças publicitárias, de brindes, o pagamento das despesas com a empresa de publicidade; os gastos com recursos eletrônicos, que diz respeito à manutenção do site e do aplicativo da entidade; os gastos com a área de imprensa, incluindo o pagamento da empresa de assessoria, além de rubricas previstas.

Na oportunidade, os líderes sindicais receberam, de forma inédita, um treinamento de media training, com o objetivo de prepará-los melhor no atendimento à imprensa enquanto interlocutores do Anffa Sindical. Assim como o estreitamento da relação da Diretoria Nacional com as estaduais, a troca de experiências e apresentação de soluções foram o saldo positivo ao longo dos encontros realizados em Brasília.

Para Roberto Siqueira Filho, o que fica de legado é a estruturação da Diretoria de Comunicação. “Nós iniciamos o trabalho com apenas um funcionário contratado e outro sem vínculo empregatício e carga horária flexibilizada. Nossa sala era pequena e a Diretoria quase não tinha recurso. Tínhamos um site que praticamente replicava mais notícias do que produzia e poucos canais de comunicação. Hoje, nós temos um site muito mais moderno e ágil. Temos uma equipe muito mais atuante na sua área de competência. Temos uma comunicação integrada com uma agência de publicidade e uma assessoria de imprensa profissionais. Temos vários canais de comunicação com o filiado”, disse.

O dirigente lembrou do reflexo dessa mudança sentido durante o maior evento do Sindicato. “Prova do resultado é a avaliação que os filiados fizeram na pesquisa do Dieese que foi apresentada no último Conaffa, onde a comunicação foi eleita uma das melhores áreas do Sindicato. Muito diferente de anos atrás, quando havia avaliações ruins e apenas um fórum de discussão que era insuficiente, pois não conseguíamos produzir nada”, lembra.

Novos ares – Como contribuição à nova diretoria, que será comandada por Antonio Andrade, os diretores apostam na integração com os estados e no trabalho conjunto com as empresas de comunicação contratadas.

“Acredito que utilizar mais os recursos da comunicação integrada, de forma a tornar mais ágil o processo é uma das recomendações. A comunicação está pronta, sua estrutura também, e a próxima diretoria terá mais liberdade para avançar em conteúdos de divulgação, que também trabalhamos bastante. Foram conteúdos para a carreira, para a sociedade, mas que sempre há muito o que se fazer e o tempo nos traz essas demandas. Também seria bom focar na comunicação das Delegacias, pois esse ainda é um gargalo nosso na comunicação direta com o filiado. Nem tudo que temos de informação pode se tornar público e a comunicação direta com o filiado, mais próxima, tem que acontecer. Não pelo site ou pelas mídias sociais, não por e-mail, mas, como ação direta do delegado e do diretor de comunicação estadual”, endossou Roberto.

Na mesma linha, Danilo Kamimura reforça que a entrega de um departamento de Comunicação bem estruturado e desenvolvido já traz avanços consideráveis à próxima gestão. “Agora é continuar a desenvolver esta área tão fundamental para o Sindicato e fazer com que a entidade e a carreira cresçam e se desenvolvam em imagem junto a sociedade”.

Ao se despedirem do mandato os dirigentes agradecem pela experiência acumulada em meio aos desafios e pelo trabalho compartilhado com os funcionários. “Eu levo uma gratidão imensa pela oportunidade que a carreira me deu, tanto de ser Auditor Fiscal Federal Agropecuário, quanto de ser diretor de Comunicação da nossa instituição maior de representação. Foi um orgulho, por duas vezes, ter tido o apoio e a confiança dos colegas”, explica Roberto.

“Desses seis anos de muita luta e trabalho, levo três coisas muito importantes. A experiência adquirida, a certeza de um trabalho bem feito e comprovado pelos produtos palpáveis entregues à categoria e a amizade dos diretores e funcionários que sempre terão um espaço especial em nosso coração”, completou Danilo. 

Apresentação de campanha de marketing no CDS

Apresentação de campanha de marketing no CDS

Apresentação de ações junto aos delegados sindicais

Apresentação de ações junto aos delegados sindicais

Reunião com diretores de Comunicação estaduais em 2019

Reunião com diretores de Comunicação estaduais em 2019

0
0
0
s2sdefault