01
Ter, Dez

Notícias do Sindicato

Na última quarta-feira (28), Dia do Servidor Público, a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, recebeu em audiência, na sede do Mapa, em Brasília, dirigentes do Anffa Sindical.

Além da ministra, estiveram presentes o secretário de Comércio e Relações Internacionais (SCRI), Orlando Ribeiro; a coordenadora-Geral de Gestão dos Adidos Agrícolas, Andressa Jordão; e o consultor jurídico do MAPA, Maximiliano Tamer. Do Anffa Sindical, participaram o presidente, Maurício Porto, o vice-presidente, Marcos Lessa, e o diretor de Política Profissional, Antonio Andrade.

Após a saudação inicial da ministra, o secretário da SCRI discorreu sobre o processo de seleção para três novos postos de Adidos Agrícolas e dois outros vagos. Orlando Ribeiro ponderou que cada posto exige um perfil específico, conforme descrito em regulamento. Que o Adido atende a todo o MAPA, que temas sanitários e fitossanitários são definidos na Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) cabendo ao Adido Agrícola montar e desenvolver estratégias de negociação. Portanto, a adidância requer um perfil de promoção comercial.

O presidente do Anffa Sindical manifestou sua oposição à não vinculação do Adido Agrícola à carreira de Auditor Fiscal Federal Agropecuário, da mesma forma que outras adidâncias estão vinculadas a carreiras específicas. Por sua vez, o diretor de Política Profissional, Antonio Andrade, argumentou a relevância do conhecimento do AFFA sobre temas sanitários e fitossanitários e de processos internos da SDA, principal demandante.

Diante do impasse, a diretoria do Anffa Sindical continuará envidando esforços políticos no sentido de vincular o adido à carreira e, paralelamente, encaminhará o tema para avaliação da sua assessoria jurídica.

Indenização de fronteiras - Na mesma reunião, o vice-presidente do Anffa Sindical, Marcos Lessa, solicitou informações sobre a ampliação da lista de municípios contemplados na percepção de indenização para locais de difícil provimento. A ministra da Agricultura reiterou que tem se empenhado para resolução da pauta e avaliou que haverá um desfecho em breve.

Na oportunidade, o presidente Maurício Porto parabenizou a ministra pela convocação dos 139 candidatos médicos veterinários excedentes do último concurso e o diretor de Política Profissional complementou informando que o Sindicato continuará trabalhando politicamente por novos concursos, a começar pelo aviso ministerial do MAPA solicitando ao Ministério da Economia concurso para 100 Engenheiros Agrônomos, 10 Farmacêuticos, 10 Químicos e 10 Zootecnistas.

O vice-presidente Marcos Lessa manifestou ainda à Teresa Cristina a contrariedade dos AFFAs e dos servidores públicos em relação à proposta de Reforma Administrativa apresentada pelo Governo e ressaltou a essencialidade das atribuições da carreira de Auditoria e Fiscalização Federal Agropecuária, além do exercício do poder de polícia administrativa, atividade típica de Estado. A ministra encerrou a reunião agradecendo o empenho dos AFFAs durante a pandemia e pontuou que, em momento oportuno, intercederá em favor da carreira.
 

0
0
0
s2sdefault