06
Sex, Dez

Releases

Apesar de positiva, a autorização do Ministério da Economia, para a nomeação de 100 médicos veterinários aprovados em concurso publicada dia 21/11, é insuficiente para suprir a falta de pessoal na fiscalização federal. Para o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical), o número está aquém do que poderia ser contratado de imediato e não contempla áreas importantes da fiscalização que precisam ser reforçadas.

O quadro de Auditores Fiscais Federais Agropecuários (Affas) está defasado e o Anffa Sindical defende constantemente a realização de novos concursos e a nomeação de candidatos já aprovados em certames. Contudo, o número de profissionais autorizado pelo Ministério da Economia está abaixo dos 150 que poderiam ser chamados de imediato.

Além disso, a contratação apenas de médicos veterinários não contempla outras áreas da fiscalização – em que atuam os engenheiros agrônomos, químicos, zootecnistas e farmacêuticos – que estão em situação crítica devido à intensificação das aposentadorias.

Áreas como a fiscalização e controle internacional já apresentam perdas significativas na velocidade de liberação de cargas tanto para a importação quanto para a exportação. Além disso, a tramitação interna de processos no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento está extremamente prejudicada.

Re9 Comunicação

Victor Correia – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. – (61) 9 9114-7960/ 9 9870-5323
Juliana Oliveira – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. – (61) 9 9115-5983
Regina Trindade – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. – (61) 9 9115-5980

Veja o que saiu na imprensa

Valor Econômico

Metrópoles

Terra Viva

0
0
0
s2sdefault