18
Sáb, Nov

Releases

Os estudos realizados pelos Laboratórios Nacionais Agropecuários (Lanagro), entidades oficiais pertencentes ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), serão divulgados, agora, pela Revista Sagres. Os resultados das pesquisas científicas produzidas por meio do projeto Sagres, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e sob orientação dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários, serão relatados de forma simplificada e dinâmica, para facilitar o entendimento por parte das secretarias e dos departamentos do Mapa, produtores, consumidores e associações. A revista será lançada nesta quinta-feira (27), em cerimônia na Esplanada dos Ministérios, a partir das 15 h.

De acordo com o auditor fiscal agropecuário e editor-chefe da Revista Sagres, Ângelo de Queiroz, a publicação tem como intenção ligar a pesquisa científica, muitas vezes de difícil entendimento em ambientes não acadêmicos, ao público externo ao laboratório. “Queremos demonstrar a robustez da pesquisa realizada na rede Lanagro e a importância dela para a segurança dos alimentos ofertados aos consumidores”, destaca Ângelo.

O Projeto Sagres tem como objetivo a ampliação e o aperfeiçoamento da infraestrutura e da capacidade técnico-científica da rede de laboratórios Lanagro, para melhor atender às demandas da defesa agropecuária nacional. “Para ter uma ideia sobre a importância desse projeto, vários trabalhos desenvolvidos pelos pesquisadores e auditores agropecuários nos Lanagros subsidiaram operações de fiscalização e combate a fraudes”, ressalta a auditora agropecuária e editora-gerente da Revista Sagres, Priscila Moser.

As ações de combate a fraudes em pescado, com exame de DNA para comprovar a espécie do peixe, além das operações para detecção de fraudes no azeite de oliva, bem como na carne de hambúrguer e adulteração do queijo minas frescal, são exemplos de trabalhos que foram executados graças ao empenho dos profissionais que desenvolvem as pesquisas nos seis laboratórios agropecuários existentes no País. Os Lanagros estão nos Estados do Pará, Pernambuco, Goiás, Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul, e contam também com material de referência para pesquisas de agrotóxicos. “Os detalhes sobre esses trabalhos estarão na primeira edição da revista”, informa Priscila.

A publicação, que tem auditores agropecuários como editores, conta ainda com um conselho editorial formado, em sua maioria, por mestres e doutores e por profissionais da carreira. Além da tiragem de mil exemplares impressos, a revista terá aplicativo para as plataformas IOS e Android em versão bilíngue (português e inglês).


Sobre os Auditores Fiscais Federais Agropecuários

O Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical) é a entidade representativa dos integrantes da carreira de Auditor Fiscal Federal Agropecuário. Os profissionais são engenheiros agrônomos, farmacêuticos, químicos, médicos veterinários e zootecnistas que exercem suas funções para garantir qualidade de vida, saúde e segurança alimentar para as famílias brasileiras. Atualmente existem 2,7 mil fiscais na ativa, que atuam nas áreas de auditoria e fiscalização, desde a fabricação de insumos, como vacinas, rações, sementes, fertilizantes, agrotóxicos etc., até o produto final, como sucos, refrigerantes, bebidas alcoólicas, produtos vegetais (arroz, feijão, óleos, azeites etc.), laticínios, ovos, méis e carnes. Os profissionais também estão nos campos, nas agroindústrias, nas instituições de pesquisa, nos laboratórios nacionais agropecuários, nos supermercados, nos portos, aeroportos e postos de fronteira, no acompanhamento dos programas agropecuários e nas negociações e relações internacionais do agronegócio. Do campo à mesa, dos pastos aos portos, do agronegócio para o Brasil e para o mundo. 


Informações para a imprensa:

Fernanda Angelo – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. – (61) 9 9115-5983
Regina Trindade – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. – (61) 9 9115-5980
Tel.: 61 3328 5687 / 3328 0665