22
Qua, Ago

Notícias do Sindicato

Durante toda a manhã da última terça-feira (29/05), o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) promoveu a primeira edição do Fórum de Inspeção de Produtos de Origem Animal com o objetivo de fazer um diagnóstico e conhecer um pouco mais sobre a situação da inspeção de produtos de origem animal no país.

O evento, que foi realizado na sede do CFMV, reuniu cerca de 60 participantes de diversas instituições do setor, entre eles o secretário de Defesa Agropecuária, Luis Eduardo Rangel, além dos dirigentes do Anffa Sindical, o diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal, José Luis Vargas, ambos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa); do Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa), da Cooperativa de Médicos Veterinários de Santa Catarina; dos Conselhos Regionais de Medicina Veterinária de vários estados e do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV); e outros.

“Inicialmente, nós questionamos primeiramente o titulo do evento, por considerar a impossibilidade da existência de uma inspeção privada e, também, a composição dos expositores, pois eles defendiam apenas um ponto de vista. O Anffa tentou apresentar uma visão pra contrapor os demais, mas infelizmente o conselho já estava com a programação definida. Então, decidimos qualificar a plateia para o debate levando alguns colegas com experiência na área de inspeção”, afirmou o diretor de Política Profissional, Antônio Andrade.

De acordo com o presidente da Câmara Técnica de Medicina Veterinária do CFMV e presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Mato Grosso do Sul, João Vieira de Almeida Neto, o evento rendeu um resultado muito positivo. “Tivemos cem por cento de adesão. Foi um espaço democrático onde se discutiu a inspeção de produtos de origem animal. Estamos no momento ideal para incitar tais debates. Este ano, o Brasil recebeu um certificado internacional de País livre de febre aftosa, com vacinação. Isso significa a abertura de mercados e a ampliação do setor de produção animal.” Neto também foi um dos responsáveis pela organização do evento.

O secretário geral do CFMV, Nivaldo da Silva, reforçou o papel protagonista do Conselho Federal na questão. “Inovação e transparência. Estamos promovendo o evento sem posição ou partido a respeito do tema. Ouvimos vários atores. Iniciamos aqui uma discussão que pode se alongar”, afirmou Silva.

Palestras com os temas de visão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) com a inspeção oficial, ministrada pelo Secretário de Defesa Agropecuária, Luis Eduardo Pacifi Rangel, e o ensino de Inspeção nas IES de Medicina Veterinária, tendo como palestrante o AFFA Osvaldo Alves Rodrigues, fizeram parte da programação.

Além de Rodrigues e Andrade, o presidente, Maurício Porto, os Auditores Fiscais Federais Agropecuários, Carlos Eduardo Tedesco, do Mato Grosso do Sul, Michel Tavaes, de Santa Catarina, e Alexander Dorneles, de Brasília, que são Médicos Veterinários da inspeção de origem animal, estavam presentes no evento.

*Com informações da Assessoria de Comunicação do CFMV 

0
0
0
s2sdefault