30
Ter, Mai

Delegacias Sindicais

Após ter emitido Nota de Apoio (veja aqui) à operação Carne Fraca, na data de 21 de março, que circulou o país, via redes sociais (há notícias de que a referida Nota chegou nos estados da Bahia, Ceará e Paraná; além do próprio Goiás e Distrito Federal), a Delegacia Sindical em Goiás (DS-GO), do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários (ANFFA Sindical), manteve seus trabalhos na tentativa de defender a categoria e o Serviço de Inspeção Federal da macula sofrida pela citação de servidores públicos, colegas que atuam neste serviço, na referida operação, deflagrada pela Polícia Federal (PF) em 17 de março.

Na quarta-feira de semana passada, dia 29 de março, foi exibido no programa Agronegócio, da TV Serra Dourada (afiliada loca do SBT), uma entrevista com o Delegado Sindical, Felipe Corrêa (clique aqui e assista à entrevista), que explanou sobre a confiança no Serviço de Inspeção Federal, a campanha de esclarecimentos aos equívocos técnicos apontados no inquérito da PF, ocupação de cargos na Mapa por meio de indicações políticas, falta de Auditores Fiscais Federais Agropecuários para desenvolvimento das atividades, etc. Ainda neste mesmo dia, o Delegado Sindical esteve na Associação das Donas de Casa do Estado de Goiás com a presidente da entidade, Keitty de Abreu V. Barbosa, para esclarecê-la que a carne que passa pelo Serviço de Inspeção é confiável do ponto de vista sanitário. Ele relatou a presidente da Associação que o trabalho investigativo da Polícia Federal na operação Carne Fraca recai sobre alguns servidores públicos e não sobre o Serviço de Inspeção Federal. “As investigações da Polícia Federal demonstram a participação de alguns colegas em um processo de corrupção, na qual foi utilizado um Serviço de Inspeção sério e rigoroso como meio para realizar esta corrupção”, disse o Delegado Sindical.

Por fim, nos dias 30 e 31 de março (quinta e sexta-feira, respectivamente), a DS-GO/ANFFA Sindical, juntamente com a Associação dos Técnicos de Fiscalização Federal Agropecuária (ATEFFA-GO) e o Sindicato dos Fiscais Estaduais Agropecuários do Estado de Goiás (SINFEAGO), preocupados com o bem-estar da população e com o intuito de tranquilizar a todos os consumidores de produtos cárneos, realizaram uma campanha de esclarecimentos, a população goiana e a sociedade brasileira, de alguns equívocos apontados sobre o Serviço de Inspeção Federal na operação Carne Fraca.

Equipes formadas com membros das três entidades foram a alguns supermercados na quinta e sexta-feira distribuir panfletos e esclarecer, pessoal e verbalmente, os consumidores que se encontravam nos supermercados que a carne inspecionada atende a toda uma legislação e é a carne mais segura para consumo. A campanha foi notícia na Central Brasileira de Notícia (Rádio CBN), em entrevista com o Delegado Sindical, Felipe Corrêa, e na Rádio Brasil Central (Rádio RBC), em entrevista com o presidente do SINFEAGO, Marcelo Corte Real. Para o Delegado Sindical, Felipe Corrêa, a Campanha foi um sucesso; “Dos 5.000 panfletos impressos foram distribuídos a população de Goiânia aproximadamente 3.500. A ajuda da ATEFFA-GO e do SINFEAGO foi crucial para o sucesso desta Campanha”. Os panfletos restantes foram divididos entre as 3 entidades participantes para encaminhamento às representações do interior estado com o objetivo de ampliar a divulgação destes esclarecimentos.

Fonte: DS/GO

Ouça aqui a entrevista na RBC:

 

 

Ouça aqui a entrevista na CBN:

 

 

Veja aqui a galeria de fotos: