19
Dom, Ago

Notícias do Sindicato

Reconhecida como polo produtor de fruticultura, a região do Vale do São Francisco foi contemplada, nesta sexta-feira (13/4), com a criação da Seção Sindical, que abrangerá filiados de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA). A solenidade contou com a presença do delegado da DS (Delegacia Sindical) de Pernambuco, José Carlos Carneiro da Silva, do delegado da DS/BA, Elias Elói, além de aproximadamente 15 colegas filiados.

Cumprindo a convocação do edital lançado para tal atividade, o presidente do Anffa Sindical, Maurício Porto, acompanhado do secretário de Administração, Luiz Gonzaga, dirigiu a solenidade de criação da nova instância e, logo em seguida, empossou os novos dirigentes sindicais, inscritos em uma chapa única. São eles: João Guimarães Tanajura Filho (DS/PE), na função de representante sindical, Antônio Romão de Almeida Júnior (DS/BA), na função de secretário, além de Rosivaldo Adolfo Bezerra da Silva (DS/PE) e Sinésio Bonfimm de Souza Júnior (DS/BA).

“A ideia de criação de uma Seção Sindical conjunta foi uma demanda que detectamos na gestão passada e que propusemos como mudança no estatuto, de maneira a atender melhor as regiões que necessitam de um amparo nas questões sindicais e de valorização da carreira”, disse Maurício Porto sobre a primeira instância conjunta desta natureza.

Segundo ele, a nova Seção Sindical atenderá o contingente de 25 filiados que se encontram numa área bastante produtiva do país, sendo responsável, por exemplo, pela exportação de 100% das mangas brasileiras e 80% das uvas para mercados os mais exigentes do mundo. A atividade agrícola é responsável, direta e indiretamente, pela ocupação de 80% dos moradores da região.

“Esta é também uma maneira de valorizar o trabalho dos AFFAs, uma vez que tanto contribuem para o desenvolvimento econômico do Vale do São Francisco”, continua Porto.

Logo após o evento oficial de criação e posse dos novos dirigentes da região, o presidente do Sindicato conversou com os filiados sobre as atividades em curso e as estratégias de trabalho. Dentre os assuntos, a ampliação de cidades na lista da indenização de fronteiras (Lei 12.855/13), a realização de concurso público e concurso de remoção, a questão da meritocracia, a reestruturação da SDA (Secretaria de Defesa Agropecuária), a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 287/, sobre a reforma da Previdência, e a caducidade da MP (Medida Provisória) 805/17, que entre outros assuntos, alterava a contribuição previdenciária dos servidores públicos, de 11 para 14%.

O tema campanha salarial também dominou os debates, com especial atenção para a equiparação salarial com as demais carreiras de auditoria.

 

0
0
0
s2sdefault