15
Ter, Out

Aposentados/Pensionistas

Quais os aspectos pessoais e profissionais de uma liderança? As respostas foram colocadas, ponto a ponto, pelo palestrante, AFFA Alexander Dornelles, durante o primeiro dia do III Encontro de diretores de Aposentados e Pensionistas, ocorrido na tarde desta quarta-feira (13/3), em Brasília.

Durante sua explanação, ele colocou algumas observações dentro do que prega a psicologia positiva e também fez uma correlação sobre as atitudes de uma liderança sob o ponto de vista de estudos que tratam de tecnologia.

Alexander Dornelles explicou que especialistas da área de gestão costumam definir dicas de realização de metas combinando as próprias letras que formam a palavra, de maneira a facilitar e entender melhor o processo.

Por exemplo, a primeira letra (M) remete à métrica ou capacidade de medir a meta colocada pela liderança. A letra seguinte (E) traz a necessidade de se pensar na especificidade desta meta, com propósito de se chegar mais facilmente ao alvo almejado. A letra “T” diz respeito ao tempo em que essa meta precisa ser atingida. A outra letra que forma a palavra -A- permite fazer com que o indivíduo perceba se esta meta é realmente alcançável dentro das reais possiblidades que esta pessoa possui. Por fim, a letra “S” remete ao significado que aquele objetivo tem para o tamanho do esforço que é despendido para esse resultado final.

Trazendo a percepção para a área tecnológica, o palestrante citou a Teoria U, criada por um professor alemão do MIT (Massachusetts Institute of Technology), que busca um novo olhar para questões já existentes na sociedade.
Para ser o diferencial, explicou ele, é preciso ter alguns pontos, como a mente aberta para entender como o outro pensa; o coração aberto para saber lidar com a inteligência emocional e se relacionar melhor com as pessoas; e propósito.

O Encontro continua na quinta-feira e se encerra na sexta, ao meio dia.

Confira a programação.
  

0
0
0
s2sdefault